Airbus muito preocupada com um Brexit difícil

Pela voz do seu CEO, Tom Anders, a Airbus lançou um apelo à razão relativamente à possibilidade de um Brexit duro (sem acordo), julgado pelo alemão, como potencialmente catastrófico para a indústria da aviação britânicae atividade da Airbus no país. 

Num vídeo explícito, o presidente da Airbus acredita que um Brexit duro seria uma vergonha para o país e denuncia aqueles que acreditam que a atividade britânica da Airbus seria demasiado importante para ser interrompida, especificando que estavam errados.

A vice-presidente da Airbus na Grã-Bretanha, Katheryne Bennett, acredita que isto se dirige especialmente ao campo dos conservadores britânicos, e justifica o tom elevado do grupo para que, precisamente, a informação seja clara e legível para todos.

Desde o referendo sobre o Brexit, a Airbus tem repetidamente alertado para as imensas dificuldades que representaria uma saída dura ou sem acordo da União Europeia, e considerou diversas vezes que isso põe em causa a sustentabilidade da atividade do Grupo no Reino Unido. . A Airbus emprega 14.000 mil pessoas na Grã-Bretanha em mais de 25 locais e está a desenvolver um ecossistema que representa 100.000 mil empregos no país.

- Publicidade -

Para mais

REDES SOCIAIS

Últimos artigos