A crise na Venezuela revela o novo mapa geopolítico global

- Publicidade -

A crise política e económica que assola a Venezuela oferece uma nova visão dos alinhamentos de cada país no novo mapa geopolítico global. Por um lado, regimes “duros”, como a Rússia, Cuba e o Irão, apoiam o Presidente Maduro. A China apela ao respeito pelas instituições e ao não uso da violência.

A mesma história vem dos europeus, que, no entanto, não reconhecem a legitimidade do Presidente Maduro, eleito em condições muito duvidosas. Finalmente, há os Estados Unidos, e os seus aliados americanos, que reconheceram o presidente interino Juan Guaidó, proclamado presidente pelo parlamento venezuelano.

Dois países chamam a atenção nesta nova divisão: a Turquia de RT Erdogan, que assumiu uma posição alinhada com a de Moscovo e Teerão, e o México, que não se alinhou com a posição de Washington, sem no entanto se alinhar contra.

- Publicidade -

Para mais

REDES SOCIAIS

Últimos artigos