Depois da Romênia, a Polônia comanda o sistema HIMARS

As autoridades polonesas anunciaram que vão assinar um pedido em 13 de fevereiro para 20 Sistemas de foguetes de artilharia de alta mobilidade, ou HIMARS, por uma quantia de $ 414 milhões. É o segundo país europeu, depois da Romênia, a selecionar este sistema lançador de foguetes de longo alcance na Europa.

O HIMARS é um sistema lançador múltiplo de foguetes que transporta 6 foguetes com alcance de até 300 km, montado em um caminhão com rodas, e não em um veículo blindado sobre esteiras como o M270. O resultado é um sistema mais leve, mais rápido e com alcance muito maior que o M270.

O HIMARS está em serviço com 5 brigadas de serviço ativo e 8 brigadas da Guarda Nacional dos EUA, bem como na Jordânia, nos Emirados Árabes Unidos e em Cingapura. 

Para mais

1 COMENTÁRIO

  1. […] Como a maioria dos países europeus e após o ataque russo contra a Ucrânia, a Holanda, até então particularmente relutante em aumentar seu esforço de defesa, anunciou há algumas semanas um rápido aumento no esforço de defesa do país para atingir o objetivo de 2% de PIB de acordo com os requisitos da NATO, para 2025. E à semelhança desta mesma maioria dos países europeus, Amesterdão anunciou um reforço de capacidade dos seus exércitos, através de novas encomendas de armamento. Nesse caso, o Ministério da Defesa holandês confirmou, há alguns dias, seu desejo de encomendar 6 aeronaves de combate F-35A adicionais para atingir uma frota de 52 aeronaves, mas também 4 novos drones MALE MQ-9 Reaper, além dos 4 encomendado, e um novo lote de mísseis Tomahawk dos Estados Unidos, ao mesmo tempo em que mostra grande interesse no sistema lançador de foguetes móvel HIMARS já encomendado na Europa pela Polônia e Romênia. […]

Os comentários estão fechados.

REDES SOCIAIS

Últimos artigos