O sistema russo S-500 entrará em serviço no 2020

Os primeiros sistemas de defesa antiaérea e antibalística de longo alcance, de acordo com a agência Tass S-500 entrará em serviço emForças russas a partir do próximo ano, em 2020. Além disso, neste ano as forças russas receberão os primeiros exemplares do novo sistema S-350, destinado a substituir as baterias S-300 mais antigas, de forma a complementar as capacidades de defesa multicamadas em uso na Rússia.

O S-500 é um novo sistema de defesa com recursos de defesa aérea de longo alcance, capaz de engajar aeronaves a 480 km, mais de 80 km além do alcance máximo do atual sistema S-400. Além disso, será capaz de implementar mísseis antibalísticos com capacidade exoatmosférica, capazes de interceptar dispositivos móveis a uma altitude superior a 180 km.

O S-350 é um sistema de defesa móvel de médio alcance, altamente automatizado, seu posto de comando necessita de apenas 3 homens para sua implementação, e resultante de um programa conjunto abortado com a Coreia do Sul. Oferece capacidade de interceptação de 120 km contra aeronaves, podendo atingir altitude de 30 km contra mísseis balísticos. Substituirá o S-300PS e o S-300PT, que entraram em serviço na década de 80.

Observe que esses dois sistemas podem funcionar em conjunto com os atuais sistemas S-400, Buk e TOR, e integrar informações de radares UHF.VHF de baixa frequência para detectar e engajar aeronaves furtivas como o F-22 ou o F35.

Para mais

REDES SOCIAIS

Últimos artigos