Exército dos EUA quer implantar rapidamente armas a laser em seus veículos blindados Stryker

Segundo Bruce Jette, responsável pelas aquisições do Exército dos Estados Unidos, o Exército dos Estados Unidos planeja em um futuro próximo adquirir Sistema de arma a laser de 10 Kwh e mais, destinado a equipar seus tanques Stryker. Se o Exército dos EUA já iniciou a implantação do sistema MEHEL, um Stryker equipado com um laser de 5 Kwh, destinado principalmente a interceptar drones leves no campo de batalha, ao mesmo tempo lançou 4 programas destinados a produzir sistemas altamente mais poderoso, capaz de interceptar não apenas drones, mas também mísseis, foguetes, projéteis e aeronaves.

Segundo o general James Pasquarette, subchefe do Estado-Maior do Exército dos EUA, está prevista para 50 a implantação em unidades de um sistema laser com potência de 2024 Kwh, enquanto um protótipo de laser móvel de 100 Kwh, o MultiMission High Energy Laser programa, deverá começar a ser testado em 2022.

Ao contrário dos atuais sistemas de defesa antiaérea ou antimíssil, os sistemas laser têm uma capacidade melhorada para lidar com ataques de saturação, não sendo, por natureza, limitados pelo número de munições disponíveis. Por outro lado, a produção de energia continua a ser um grande desafio, para poder garantir a autonomia e mobilidade dos sistemas.

Para mais

REDES SOCIAIS

Últimos artigos