Em breve drones de combate furtivos a bordo da marinha chinesa?

A Shenyang Aircraft Corporation, fabricante chinesa de aviões de combate baseados em porta-aviões, seria capaz de fabricar drones aéreos de combate furtivos (UCAV) para futuros porta-aviões.

Com efeito, esta subsidiária da China Aviation Industry Corporation (AVIC) possui grande experiência no domínio da aviação tendo desenvolvido o primeiro avião de combate chinês a bordo, o J-15, mas também em geral ao desenvolver o Shenyang FC-31, um caça a jato de quinta geração.

A Shenyang Aircraft Corporation é responsável pelo programa AVIC 601-S da China, um programa de desenvolvimento de drones aéreos de combate furtivo, em colaboração com a AVIC e a Universidade Aeroespacial de Shenyang. Este programa já está na origem do Lijian “Sharp Sword”, um drone aéreo de combate furtivo e os novos drones de combate furtivos a bordo poderão vir deste programa de desenvolvimento.

Notícias de Defesa AVIC | Ataque anfíbio | Drones de combate
Vídeo promocional (produzido por computador) da Shenyang Aircraft Corporation mostrando um drone aéreo de combate furtivo com uma asa voadora.

Este novo drone poderá trazer novas oportunidades para a marinha chinesa: um especialista chinês anónimo disse ao Global Times que o futuro drone seria capaz de realizar missões de ataque terrestre, reabastecimento aéreo e recolha de informações.

Nos últimos anos, temos observado uma verdadeira viragem estratégica na China através dos esforços envidados para modernizar o seu exército, mas particularmente a sua marinha e a sua componente de aviação naval. Apresentada oficialmente no seu livro branco sobre a sua estratégia militar, a doutrina marítima chinesa está a evoluir de “defesa das águas ao largo da costa” para uma estratégia combinada de defesa destas águas e “protecção em alto mar”. A China, através deste Livro Branco, reitera o seu desejo de garantir os seus interesses comerciais que se estendem do Mar Amarelo ao Mar Vermelho, a componente marítima das novas Rotas da Seda, mas também se apresenta como garante da estabilidade regional.

Assim, as recentes modernizações e numerosos programas chineses mostram que a China está a dotar-se dos meios para alcançar as suas ambições: o programa de desenvolvimento AVIC 601-S ou mesmo a recente versão a bordo do helicóptero utilitário Z-20 são exemplos perfeitos.

Clément Guery
Especialista em política externa e questões de segurança da República Popular da China.

Para mais

REDES SOCIAIS

Últimos artigos