Coréia do Sul: Falcon 2000 e Boeing 737 adicionais para aumentar os recursos de vigilância eletrônica

Nos últimos dias, a Administração do Programa de Aquisição de Defesa da Coreia do Sul (DAPA) aprovou a compra de aeronaves de vigilância adicionais de fornecedores estrangeiros, num total de cerca de US $ XNUMX bilhões. Mesmo que o tipo de aeronave não fosse especificado, o plano de aquisição envolveria logicamente a compra de dois Boeing 737 Peace Eyes adicionais, bem como quatro Falcon 2000S produzidos pelo francês Dassault Aviation.

A Força Aérea da Coréia do Sul (ROKAF) já opera quatro Olho da paz de Boeing 737 e dois Falcon 2000S na configuração “Baekdu”, o que deverá facilitar o comissionamento das seis novas aeronaves previstas para entrega até 2027. Longe de serem triviais, estas novas compras deverão permitir à ROKAF garantir a vigilância, o controlo permanente do seu espaço aéreo e da sua fronteira com Coreia do Norte com meios eletrônicos modernizados. Melhor ainda, um aumento na frota de aeronaves de reconhecimento eletrônico deverá fortalecer as capacidades que podem ser implementadas pela ROKAF contra a China, que aumenta a cada ano sua atividade militar no mar amarelo.

E 7 Peace Eye ROKAF Defense Notícias | Awacs e guerra eletrônica | Comunicação e Redes de Defesa
A ROKAF já opera quatro aeronaves Boeing 737 Peace Eye. As duas novas aeronaves serão equipadas com radar mais eficiente e aviônicos modernizados, e deverão estar muito próximas dos exemplares encomendados pela Royal Air Force.

Restam 75% deste artigo para ler. Inscreva-se para acessá-lo!

Os Assinaturas clássicas fornecer acesso a
artigos em sua versão completae sem publicidade.

Meta-Defesa comemora seu 5º aniversário!

LOGO meta defesa 114 Notícias de Defesa | Awacs e guerra eletrônica | Redes de Comunicação e Defesa

- 20% na sua assinatura Classic ou Premium, com o código Metanniv24Até Somente 21 de maio !

Oferta válida de 10 a 21 de maio para a assinatura online de uma nova assinatura Classic ou Premium, anual ou semanal no site Meta-Defense.


Para mais

REDES SOCIAIS

Últimos artigos