PILUM: a Agência Europeia de Defesa lança seu programa de armas elétricas

Já era tempo, pode-se dizer... A Agência Europeia de Defesa anunciou que seleccionou os parceiros que irão participar no programa PILUM, para Projécteis para Aumento de Efeitos de Longo Alcance Utilizando Eletromagnética (um acrónimo um pouco capilotraído) , um programa que visa estudar e desenvolver um protótipo de canhão elétrico ou Railgun, nos próximos dois anos. O consórcio europeu assim criado reúne a francesa Nexter Systems, a Nexter Munitions and Naval Group, o belga Von Karman Research Institute, a alemã Diehl Defense, a polaca Explomet e a italiana ICAR. Será liderado pelo Instituto Franco-Alemão Saint-Louis, que já desenvolveu conhecimentos iniciais na área, e será financiado pela Comissão Europeia através da Acção Preparatória sobre Investigação em Defesa ou do programa PADR.

Os objectivos do programa são duplos, uma vez que envolve tanto a concepção de um modelo digital que sirva de base à concepção de um demonstrador, como a definição do capacidades operacionais reais de tal sistema, seja nas áreas de combate terrestre, naval ou aéreo, mas também para superar os sistemas de negação de acesso A2/AD que se multiplicam no planeta. Como tal, a presença do Naval Group e do Nexter marca não só o interesse (e, portanto, a consciência) da França por este sistema de armas, mas também a esperada versatilidade desta arma, que deve ser utilizada tanto a partir de veículos terrestres como de navios de combate.

Tufan rail gun 2017 UDEX Defense Notícias | Alemanha | Artilharia
A Turquia está desenvolvendo seu próprio programa avançado de canhões elétricos.

Restam 75% deste artigo para ler. Inscreva-se para acessá-lo!

Metadefense Logo 93x93 2 Notícias de Defesa | Alemanha | Artilharia

Os Assinaturas clássicas fornecer acesso a
artigos em sua versão completae sem publicidade,
a partir de 1,99 €.


Para mais

REDES SOCIAIS

Últimos artigos