Airbus DS testa a tecnologia de comunicação com as futuras operadoras remotas do programa FCAS

Foi durante o exercício alemão Timber Express que a Airbus Defense & Space experimentou comunicação virtual entre um Typhoon da Luftwaffe e uma transportadora remota, o drone de combate leve que constituirá um componente-chave do programa FCAS de aeronaves de combate de nova geração realizado em cooperação pela Alemanha, França e Espanha.

Não só foi demonstrado que a ligação poderia ser integrada num fluxo composto por múltiplas comunicações de dados, mas que poderia ser integrada em todos os dispositivos com comunicação digital, sem modificação. Além disso, a comunicação, que utiliza o protocolo CANDL, pode ser integrada no princípio CESMO definido pela NATO para uniformizar a cooperação multidomínio na aliança, e ser distribuída a todos os operadores conectados. Este experimento tende a apoiar a hipótese de uma chegada antecipada de Portadoras Remotas, a fim de ampliar as capacidades de Typhoon alemão e espanhol, bem como Rafale Francês, de forma a compensar as deficiências destes dois dispositivos no domínio da supressão de defesas e da furtividade.

operadora remota 100i operadora remota 200 Defesa Notícias | Alemanha | caças a jato
A operadora remota não é um modelo, mas um conceito. Haverá vários com características e funções diferentes.

LOGO meta defesa 70 Notícias de Defesa | Alemanha | Avião de combate

O restante deste artigo é apenas para assinantes -

Os Assinaturas clássicas fornecer acesso a
todos os artigos sem publicidade, a partir de € 1,99.

- Publicidade -

Para mais

REDES SOCIAIS

Últimos artigos