O tanque EMBT da KNDS será muito mais do que um demonstrador industrial

Le O tanque E-MBT da empresa franco-alemã KNDS causou sensação durante a exposição EuroSatory 2018, orgulhosamente entronizado no centro da exposição como o símbolo da cooperação franco-alemã em equipamentos de defesa, estabelecida em 2015 quando o especialista blindado alemão Krauss Maffei Wegman e o francês Nexter, respectivamente na origem do tanque Leopard 2 e du Leclerc, criaram a joint venture KNDS com igual poder. E o E-MBT, para Enhanced Main Battle Tank, refletia perfeitamente esse equilíbrio, com uma torre Leclerc empoleirada em uma caixa de Leopard 2. No entanto, nada sugeria que este tanque pudesse realmente ver a luz do dia para além desta dimensão simbólica, especialmente porque Paris e Berlim estavam então empenhados em conjunto Programa MGCS Next Generation Tank.

No entanto, parece que o KNDS tem ambições maiores para este modelo, que poderá ser muito mais do que um simples símbolo. Na verdade, de acordo com um comunicado de imprensa da empresa, o trabalho para tornar o E-MBT um modelo operacional, a partir de 2022, continuaria. Além da estrutura básica com a torre Leclerc e do casco e propulsão do Leopard 2, o novo tanque integrará numerosos desenvolvimentos para torná-lo um moderno veículo blindado de combate por direito próprio, e para que a soma dos dois seja maior que os dois elementos que o constituem, mantendo ao mesmo tempo a potência e a excelente resistência do Leopard 2 e a automação e precisão da torre Leclerc.

EMBT 2 Defesa Notícias | Alemanha | Orçamentos do exército e esforço de defesa
Com a torre e chassi Leclerc Leopard 2, o E-MBT possui uma excelente relação potência-peso, permitindo acomodar equipamentos e compromissos de proteção adicionais sem comprometer sua mobilidade.

Restam 75% deste artigo para ler. Inscreva-se para acessá-lo!

Metadefense Logo 93x93 2 Notícias de Defesa | Alemanha | Orçamentos das Forças Armadas e Esforços de Defesa

Os Assinaturas clássicas fornecer acesso a
artigos em sua versão completae sem publicidade,
a partir de 1,99 €.


Para mais

REDES SOCIAIS

Últimos artigos