Avião de transporte de corpo integrado Z-5 da JetZero: um recurso militar aliado, mas uma ameaça para a Airbus

A Força Aérea dos EUA escolhe o Z-5, desenvolvido pela Startup JetZero e pela fabricante de aeronaves Northrop-Grumman, para estudar o princípio da fuselagem integrada e abrir novas oportunidades para o futuro de sua frota de transporte estratégico e aviões-tanque, com de olho na concorrência com a Airbus no setor de transporte civil.

Há alguns meses, o gigante americano da aeronáutica A Northrop-Grumman apresentou sua visão de como seria o futuro do abastecimento de combustívell da Força Aérea dos EUA. O projeto, denominado Z-5, é desenvolvido pela startup JetZero, e se baseia no princípio da Fuselagem Integrada (Blended Wing Body ou BWB em inglês), garantindo menor arrasto para um desempenho significativamente maior.

Se, por enquanto, a Força Aérea dos EUA não está em processo de escolha de seu futuro avião-tanque no âmbito do programa KCz, ela foi sensível aos argumentos apresentados pelo projetista do B-2 Spirit e pelo B-21 Raider. De fato, este acaba de anunciar que finiciaria a construção de um demonstrador Z-5 até 2027, de forma a adquirir competências tecnológicas que, segundo ele, serão úteis tanto para o transporte militar… como para o transporte comercial.

Desempenho do Z-5 da JetZero interessa à Força Aérea dos EUA

Deve-se dizer que o Z-5, e mais geralmente as aeronaves projetadas com base no princípio da fuselagem integrada, não carecem de atração para os militares no campo do transporte aéreo estratégico e reabastecimento em voo, assim como para os fabricantes de aeronaves de transporte. civil, como a Boeing.

Esta arquitetura permite reduzir significativamente o arrasto gerado pela fuselagem, as asas e os motores, projetando uma fuselagem de suporte de carga, asas finas e fuselagens do motor em partes mascaradas para reduzir a resistência do ar. Além disso, esta forma permite projetar dispositivos mais compactos com a mesma capacidade de carga que os longos revestimentos tubulares atualmente em serviço.

O Z-5 da JetZero é baseado em uma arquitetura integrada do tipo fuselagem

Tudo isso reduz a resistência do ar da aeronave, ao mesmo tempo em que aumenta a sustentação, de forma a reduzir o consumo em quase 50% com carga igual, aumentando assim a autonomia ou o raio da aeronave na mesma proporção. Além disso, o aumento da sustentação da fuselagem permite que a aeronave tenha uma velocidade de estol menor e, consequentemente, decole e aterrisse em distâncias mais curtas.

Claro, do ponto de vista militar, tais apresentações podem despertar grande interesse. Elas permitiriam, de fato, projetar uma aeronave de transporte estratégico, sucessora do C-17, capaz de transportar cargas maiores por distâncias consideráveis, todas com pistas mais curtas.

No domínio já altamente estratégico do reabastecimento em voo, garantem uma autonomia largamente alargada, de forma a dar uma resposta potencial ao desafio que o teatro do Pacífico representa para os Estados Unidos.


Restam 75% deste artigo para ler. Inscreva-se para acessá-lo!

Metadefense Logo 93x93 2 Pesquisa e Desenvolvimento em Defesa | Aviação de Transporte | Avião-tanque

Os Assinaturas clássicas fornecer acesso a
artigos em sua versão completae sem publicidade,
a partir de 1,99 €.


Para mais

1 COMENTÁRIO

REDES SOCIAIS

Últimos artigos